Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Shopping phrases

Shopping

Questions


  • Can I help you?
  • Could you tell me where the... department is?
  • Which size/colour would you like?
  • Where can I try this on, please?
  • Do you have this a (larger/smaller size/different colour), please
Answers /Comments
  • It' s too long/short/tight/loose/big/small.
  • The changing rooms are over there.
  • You can change it or get a refund within 2 weeks if you keep receipt.
Paying

Questions

  • How much is it?
  • Do you take credit/debit cards?
  • Do you have a loyalty card?
  • Can I pay by cheque?
  • Do you offer a discount?
  • Could I have a receipt, please?
Answers /Comments
  • We take all the cards.
  • We only accept credit/debit cards or cash.
  • Sorry, no.
  • Yes, certainly.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

O mundo muçulmano em expansão e Apogeu e desagregação da "ordem" feudal

Grupo I

O mundo muçulmano em expansão

1- Explica as principais semelhanças entre o cristianismo e o islamismo.

O islamismo e o cristianismo são duas das religiões monoteístas (acreditam em um só Deus) e têm em comum princípios doutrinários como a fé em Deus, a esmola, a caridade, o jejum e uma mensagem de tolerância. No passado, os crentes em ambas as religiões praticaram a Guerra Santa como meio de expansão das respetivas doutrinas.

2- Refere os princípios da religião islâmica.

A religião islâmica assenta em cinco princípios fundamentais: a fé em Deus (Alá); a prática da oração cinco vezes por dia, na direção de Meca; a caridade; observar o jejum durante durante o mês do Ramadão; fazer a peregrinação a Meca pelo menos uma vez na vida.

3- Como foi a invasão muçulmana da Península Ibérica?

Os muçulmanos após vencerem os visigodos na batalha de Guadalete, no Sul da península, rapidamente conquistaram todo este território, com a exceção da região montanhosa das Astúrias e dos Pirenéus.

4- Como se relacionavam os cristãos e os muçulmanos?

Os dois povos coexistiram pacificamente na Península Ibérica graças ao clima de tolerância que se desenvolveu entre as duas culturas.

5- Quais foram os principais contributos dos muçulmanos para a cultura europeia?

a) na cultura e na ciência- medicina, matemática, astronomia e geografia;
b) na economia- algarismos, pesos e medidas, agricultura e árvores de fruto;
c) nos avanços técnicos- bússola, astrolábio, nora e azenha.
d) na língua- vocábulos e toponímia.
e) na arte e no urbanismo- arco em ferradura e azulejo.

6- Portugal tornou-se um reino independente!

a) Qual a importância da data "1143"?

Em 1143 deu-se o Tratado de Zamora, no qual D. Afonso VII reconheceu a independência política de Portugal e D. Afonso Henriques como rei de Portugal.

b) Explica a Bula Manifestis Probatum.

Através da Bula Manifestis Probatum , em 1179o Papa Alexandre III reconheceu a independência do Reino de Portugal.

c) Qual a importância do Tratado de Alcanises?

Com o Tratado de Alcanises (1297), no reinado de D. Dinis e D. Fernando IV de Castela, foram definidas as fronteiras de Portugal com Castela.




Grupo II

Apogeu e desagregação da "ordem" feudal

7- Explica os progressos técnicos verificados na agricultura nos séculos XII e XIII.

Utilização do ferro nos instrumentos agrícolas (no arado, na charrua e na grade de esterroar); generalização do afolhamento trienal (divisão da terra em três parcelas, das quais duas eram cultivadas alternadamente em cada ano e a terceira ficava em pousio para ganhar nutrientes); movimento das arroteias (ocupação de novas terras: florestas, pântanos, zonas áridas e matagais, pelos camponeses); aperfeiçoamento das técnicas de rega (a nora, canais de irrigação) e introdução de técnicas de moagem dos cereais (como o moinho de vento e de água).

8- Refere os progressos técnicos verificados nos transportes nos séculos XII e XIII.

Nos transportes terrestres introduziu-se o sistema de atrelagem em fila dos cavalos e dos bois; vulgarizou-se o uso da coelheira (espécie de coleira aplicada no pescoço dos animais) e o da ferradura nos cascos dos animais. Nos transportes marítimos e fluviais, introduziu-se o leme fixo na popa e instrumentos de orientação no mar alto (bússola, astrolábio, cartas de marear e portulanos).

9- Explica o crescimento demográfico verificado entre os séculos XII e XIV.

O crescimento demográfico deveu-se sobretudo à diminuição da taxa de mortalidade. Esta situação pode explicar-se com a melhoria na alimentação (resultante do aumento da produtividade agrícola) e pelo clima de paz que se vivia na Europa após as invasões dos séculos anteriores. Este crescimento demográfico conduziu à expansão e colonização de novos espaços e à formação de novos núcleos urbanos (cidades).

10- Quais os poderes dos senhores (laicos e eclesiásticos)?

Estavam isentos de pagar impostos ao rei; podiam aplicar a justiça e o clero gozava ainda do privilégio de ser julgado em tribunais próprios.

11- Que medidas régias enfrequeceram o poder dos senhores e enfraqueceram o poder do rei?

As Inquirições (inquéritos para conhecer o património dos grandes senhores e os direitos eventualmente usurpados à Coroa); as Confirmações (que legitimavam as doações feitas à nobreza e ao clero; as Desmanortizações (impediam o clero de adquirir mais terras por herança) e o Beneplácito régio (proibição da publicação de leis papais sem autorização prévia do rei).

12- Quais foram os grandes centros do comércio europeu entre os séculos XII e XIV?

Norte da Europa (Flandres, Inglaterra, França e Alemanha); Mediterrâneo (Itália); Península Ibérica- Lisboa, grande polo comercial, ligando o Sul ao Norte da Europa.

13- Que princípios defendiam as ordens mendicantes?

Princípios de obediência, pobreza e castidade.


14- Caracteriza a cultura monástica.

Nos mosteiros e nas catedrais desenvolveu-se uma cultura erudita chamada cultura monástica. O latim era a língua utilizada no ensino. O ensino dirigido pela Igreja  tinha como objetivo formar os futuros clérigos. Existiam dois tipos de escolas: escolas monásticas (situadas em mosteiros) e as escolas catedrais (situadas nas cidades, junto de catedrais e dirigidas pelos bispos das respetivas sés).

15- A cultura cortesã e popular eram muito diferentes!

a) Caracteriza a cultura cortesã- Estava presente nas cortes luxuosas dos reis e nobres que passaram a ser centros de convívio e de cultura. Nos palácios e castelos, os jograis tocava, cantavam, dançavam e faziam rir. Os trovadores recitavam poemas. Da poesia trovadoresca faziam parte as cantigas de amigo, as cantigas de escárnio e maldizer e as cantigas de amor. Também eram apreciados os romances de cavalaria, os livros de linhagem e as crónicas.

b) Caracteriza a cultura popular- Era simples e espontânea, enraizada nas lendas, contos, tradições e músicas populares. Esta forma de cultura, que se transmitia oralmente, estava ligada ao povo das aldeias e das cidades e foi difundida nas festas religiosas (procissões e peregrinações) e nas romarias, bailes e feiras com a atuação dos saltimbancos, momos e jograis.












Principais formas do litoral

sábado, 23 de maio de 2015

Les pronoms relatifs - Os pronomes relativos




* O pronome que seguido de vogal  fica qu'. O pronome qui mantém-se invariável quando seguido de vogal.