Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Leis de Newton

1º Lei de Newton
Lei da Inércia

A 1º Lei de Newton ou Lei a Inércia é a seguinte:

Um corpo que está em repouso permanece em repouso. Se um corpo está em movimento retilíneo uniforme, permanece em movimento retilíneo uniforme.
Esta lei vai explicar, porque é que somos projetados para a frente quando um carro pára, e porque é que somos atirados contra o assento quando um carro arranca.
A força resultante nos corpos que se encontram em repouso e em movimento retilíneo uniforme é nula, ou seja, a velocidade é constante.

Mas, o que é que é a inércia?

Chama-se inércia à oposição que qualquer corpo oferece à alteração da sua velocidade. Quanto maior é a massa, mais difícil se torna alternar a sua velocidade.

2ª Lei de Newton
Lei fundamental da Dinâmica

Quando a velocidade do corpo varia, existe aceleração. 

Que relação existe entre a força aplicada num corpo e a aceleração que ele adquire?
-> Quanto maior a intensidade da força resultante aplicada no corpo maior a aceleração adquirida por este.
Que relação existe entre a massa de um corpo e a aceleração que adquire?
-> Quanto menor a massa de um corpo, para uma mesma força aplicada, maior é a aceleração.
Estas relações todas levaram Newton a descobrir que:
Fr = m x a
Através desta fórmula também sabemos calcular a aceleração e a massa.
m = Fr/a   ou   a = Fr/m
Segundo a lei fundamental da dinâmica, a força resultante do conjunto das forças que atuam num corpo produz aceleração com a mesma direção e o mesmo sentido da força resultante, que é tanto maior quanto maior for a intensidade da força resultante.
Caso particular -> P = m x g
3ª Lei de Newton
Lei da Ação-Reação
As forças descrevem a interação entre dois corpos, atuando sempre aos pares.
Quando um corpo exerce uma força sobre outro, o segundo exerce também uma força sobre o primeiro, tendo a mesma direção, intensidade e sentidos opostos.
Segundo a lei da ação-reação, quando dois corpos estão em interação, à ação de um corpo sobre outro corresponde sempre uma reação igual e oposta que o segundo corpo exerce sobre o primeiro.


quinta-feira, 12 de novembro de 2015

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Localização absoluta

Rede cartográfica- Conjunto de linhas imaginárias (paralelos e meridianos) desenhadas num planisfério.

Paralelo- Círculo menor paralelo ao equador

Meridiano de Greenwich- Meridiano de referência para a leitura da longitude.

Equador- Círculo máximo perpendicular ao eixo da Terra.

Latitude- Distância angular medida do equador ao paralelo de lugar.

Localização absoluta- Medidas angulares que permitem localizar com precisão qualquer lugar à superfície terrestre.

Eixo da Terra- Linha imaginária que contem o polo norte e o polo sul.

Meridiano- Semicírculo que vai de polo a polo.

Polos- Lugares de latitude máximo (90.º)




sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Correlative Conjunctions

Correlative conjunctions are pairs of conjunctions that link words, phrases or clauses.
They always connect two elements.

EITHER...OR

Connects two or more alternatives/options. (positive meaning)

Ex.: Paul and Sam want to go either to a summer camp or an a cruise.

NEITHER....NOR

Connects two or more negative alternatives/options. (negative meaning)

Ex.: Neither Paul nor Sam wants to go to a summer camp. They both prefer going to the beach.


segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Past Simple and Past Continuous

PAST SIMPLE- Form: Verb + ed (Regular vebs) / List of irregular verbs

We use it: To talk about a finished action in the past.

Affirmative: Last Saturday Sam visited his parents at the campsite.
Negative: Last Saturday Sam didn´t visit his parents at the campsite.
Interrogative: Did Sam visit his parents at campsite last Saturday?

Time expressions: Yesterday, two (days/weeks/years) ago, last (week, month), in April, on 4th March, when.

PAST CONTINUOUS- Form: was/were + verb -ing

We use it: For actions which were in progress at a specific time in the past.

Affirmative: When I arrived at the beach, my friends were playing beach volley.
Negative: When I arrived at the beach, my friends weren´t playing beach volley.
Interrogative: Were they playing beach volley when you arrived at the beach?

Time expressions: While, yesterday, at (nine o´ clock/half past nine), all (morning/day).

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Material escolar


Numerales Cardinales (Numerais cardinais)

0 – cero
1 - uno (un); una
2 - dos
3 - tres
4 - cuatro
5 - cinco
6 - seis
7 - siete
8 - ocho
9 - nueve
10 – diez
11 - once
12 - doce
13 - trece
14 - catorce
15 - quince
16 - dieciséis
17 - diecisiete
18 - dieciocho
19 - diecinueve
20 - veinte
21 - veintiuno
22 - veintidós
23 - veintitrés
24 - veinticuatro
25 - veinticinco
26 - veintiséis
27 - veintisiete
28 - veintiocho
29 - veintinueve
30 - treinta
31 - treinta y uno(un/a)
32 - treinta y dos
40 - cuarenta
50 - cincuenta
60 - sesenta
70 - setenta
80 - ochenta
90 - noventa
100 - cien/ciento
200 - docientos / as
300 - trescientos / as
400 - cuatrocientos / as
500 - quinientos / as
600 - seiscientos / as
700 - setecientos / as
800 - ochocientos / as
900 - novecientos / as
1.000 - mil
2.000 - dos mil
100.000 - cien mil
1.000.000 - un millón

Tareas Domésticas

- Barrer

- Hacer la cama

- Poner la mesa

- Cocinar

- Recoger la mesa

- Lavar los platos

- Poner la lavadora

- Limpiar el polvo

- Aspirar

Actividades diarias

- Desayunar

- Despertarse

- Vestirse

- Coger el autobús

- Ir al instituto

- Hacer los deberes

- Ver la televisión

- Acostarse

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Expressões numéricas: sinais

Numa expressão com parênteses, se o parênteses está precedido do sinal +, elimina-se este sinal e os parênteses, mantendo o sinal que está dentro deles.

+ (+a) = + a

+ (-a) = -a

Se o parênteses está precedido do sinal -, elimina-se esse sinal e o parênteses, trocando o sinal que está dentro de parênteses.

- (+a) = - a
- (-a) = + a

terça-feira, 22 de setembro de 2015

American vs British English

AmE
BrE
Translation
apartment
flat
apartamento
bar
pub
bar
ketchup
Tomato sauce
molho de tomate
cookies
biscuits
bolachas
movie
film
filme
closet
wardrobe
armário
vacation
holiday
férias
soccer
football
futebol
candies
sweets
doces
sweater
jumper
suéter
elevator
lift
elevador
French fries
chips
batatas fritas
sneakers
trainers
sapatilhas
pants
trousers
calças
bathroom
toilet
casa-de-banho
fall
autumn
outono




sexta-feira, 29 de maio de 2015

Shopping phrases

Shopping

Questions


  • Can I help you?
  • Could you tell me where the... department is?
  • Which size/colour would you like?
  • Where can I try this on, please?
  • Do you have this a (larger/smaller size/different colour), please
Answers /Comments
  • It' s too long/short/tight/loose/big/small.
  • The changing rooms are over there.
  • You can change it or get a refund within 2 weeks if you keep receipt.
Paying

Questions

  • How much is it?
  • Do you take credit/debit cards?
  • Do you have a loyalty card?
  • Can I pay by cheque?
  • Do you offer a discount?
  • Could I have a receipt, please?
Answers /Comments
  • We take all the cards.
  • We only accept credit/debit cards or cash.
  • Sorry, no.
  • Yes, certainly.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

O mundo muçulmano em expansão e Apogeu e desagregação da "ordem" feudal

Grupo I

O mundo muçulmano em expansão

1- Explica as principais semelhanças entre o cristianismo e o islamismo.

O islamismo e o cristianismo são duas das religiões monoteístas (acreditam em um só Deus) e têm em comum princípios doutrinários como a fé em Deus, a esmola, a caridade, o jejum e uma mensagem de tolerância. No passado, os crentes em ambas as religiões praticaram a Guerra Santa como meio de expansão das respetivas doutrinas.

2- Refere os princípios da religião islâmica.

A religião islâmica assenta em cinco princípios fundamentais: a fé em Deus (Alá); a prática da oração cinco vezes por dia, na direção de Meca; a caridade; observar o jejum durante durante o mês do Ramadão; fazer a peregrinação a Meca pelo menos uma vez na vida.

3- Como foi a invasão muçulmana da Península Ibérica?

Os muçulmanos após vencerem os visigodos na batalha de Guadalete, no Sul da península, rapidamente conquistaram todo este território, com a exceção da região montanhosa das Astúrias e dos Pirenéus.

4- Como se relacionavam os cristãos e os muçulmanos?

Os dois povos coexistiram pacificamente na Península Ibérica graças ao clima de tolerância que se desenvolveu entre as duas culturas.

5- Quais foram os principais contributos dos muçulmanos para a cultura europeia?

a) na cultura e na ciência- medicina, matemática, astronomia e geografia;
b) na economia- algarismos, pesos e medidas, agricultura e árvores de fruto;
c) nos avanços técnicos- bússola, astrolábio, nora e azenha.
d) na língua- vocábulos e toponímia.
e) na arte e no urbanismo- arco em ferradura e azulejo.

6- Portugal tornou-se um reino independente!

a) Qual a importância da data "1143"?

Em 1143 deu-se o Tratado de Zamora, no qual D. Afonso VII reconheceu a independência política de Portugal e D. Afonso Henriques como rei de Portugal.

b) Explica a Bula Manifestis Probatum.

Através da Bula Manifestis Probatum , em 1179o Papa Alexandre III reconheceu a independência do Reino de Portugal.

c) Qual a importância do Tratado de Alcanises?

Com o Tratado de Alcanises (1297), no reinado de D. Dinis e D. Fernando IV de Castela, foram definidas as fronteiras de Portugal com Castela.




Grupo II

Apogeu e desagregação da "ordem" feudal

7- Explica os progressos técnicos verificados na agricultura nos séculos XII e XIII.

Utilização do ferro nos instrumentos agrícolas (no arado, na charrua e na grade de esterroar); generalização do afolhamento trienal (divisão da terra em três parcelas, das quais duas eram cultivadas alternadamente em cada ano e a terceira ficava em pousio para ganhar nutrientes); movimento das arroteias (ocupação de novas terras: florestas, pântanos, zonas áridas e matagais, pelos camponeses); aperfeiçoamento das técnicas de rega (a nora, canais de irrigação) e introdução de técnicas de moagem dos cereais (como o moinho de vento e de água).

8- Refere os progressos técnicos verificados nos transportes nos séculos XII e XIII.

Nos transportes terrestres introduziu-se o sistema de atrelagem em fila dos cavalos e dos bois; vulgarizou-se o uso da coelheira (espécie de coleira aplicada no pescoço dos animais) e o da ferradura nos cascos dos animais. Nos transportes marítimos e fluviais, introduziu-se o leme fixo na popa e instrumentos de orientação no mar alto (bússola, astrolábio, cartas de marear e portulanos).

9- Explica o crescimento demográfico verificado entre os séculos XII e XIV.

O crescimento demográfico deveu-se sobretudo à diminuição da taxa de mortalidade. Esta situação pode explicar-se com a melhoria na alimentação (resultante do aumento da produtividade agrícola) e pelo clima de paz que se vivia na Europa após as invasões dos séculos anteriores. Este crescimento demográfico conduziu à expansão e colonização de novos espaços e à formação de novos núcleos urbanos (cidades).

10- Quais os poderes dos senhores (laicos e eclesiásticos)?

Estavam isentos de pagar impostos ao rei; podiam aplicar a justiça e o clero gozava ainda do privilégio de ser julgado em tribunais próprios.

11- Que medidas régias enfrequeceram o poder dos senhores e enfraqueceram o poder do rei?

As Inquirições (inquéritos para conhecer o património dos grandes senhores e os direitos eventualmente usurpados à Coroa); as Confirmações (que legitimavam as doações feitas à nobreza e ao clero; as Desmanortizações (impediam o clero de adquirir mais terras por herança) e o Beneplácito régio (proibição da publicação de leis papais sem autorização prévia do rei).

12- Quais foram os grandes centros do comércio europeu entre os séculos XII e XIV?

Norte da Europa (Flandres, Inglaterra, França e Alemanha); Mediterrâneo (Itália); Península Ibérica- Lisboa, grande polo comercial, ligando o Sul ao Norte da Europa.

13- Que princípios defendiam as ordens mendicantes?

Princípios de obediência, pobreza e castidade.


14- Caracteriza a cultura monástica.

Nos mosteiros e nas catedrais desenvolveu-se uma cultura erudita chamada cultura monástica. O latim era a língua utilizada no ensino. O ensino dirigido pela Igreja  tinha como objetivo formar os futuros clérigos. Existiam dois tipos de escolas: escolas monásticas (situadas em mosteiros) e as escolas catedrais (situadas nas cidades, junto de catedrais e dirigidas pelos bispos das respetivas sés).

15- A cultura cortesã e popular eram muito diferentes!

a) Caracteriza a cultura cortesã- Estava presente nas cortes luxuosas dos reis e nobres que passaram a ser centros de convívio e de cultura. Nos palácios e castelos, os jograis tocava, cantavam, dançavam e faziam rir. Os trovadores recitavam poemas. Da poesia trovadoresca faziam parte as cantigas de amigo, as cantigas de escárnio e maldizer e as cantigas de amor. Também eram apreciados os romances de cavalaria, os livros de linhagem e as crónicas.

b) Caracteriza a cultura popular- Era simples e espontânea, enraizada nas lendas, contos, tradições e músicas populares. Esta forma de cultura, que se transmitia oralmente, estava ligada ao povo das aldeias e das cidades e foi difundida nas festas religiosas (procissões e peregrinações) e nas romarias, bailes e feiras com a atuação dos saltimbancos, momos e jograis.












Principais formas do litoral

sábado, 23 de maio de 2015

Les pronoms relatifs - Os pronomes relativos




* O pronome que seguido de vogal  fica qu'. O pronome qui mantém-se invariável quando seguido de vogal.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Objetivos 1.º teste_3.º período

Objetivos 1.º teste_3.º período:

1- Conhecer medidas de proteção dos ecossistemas.

2. Apresentar uma definição de recurso natural.

3. Enunciar os critérios de classificação dos recursos naturais.

4. Distinguir recursos energéticos de recursos não energéticos (biológicos, minerais e hídricos).

5. Definir recursos renováveis e recursos não renováveis.

6. Exemplificar recursos naturais.

7. Explicar a utilização sustentável dos recursos naturais.



PROTEÇÃO DOS ECOSSISTEMAS

A proteção dos ecossistemas depende da conservação ou recuperação da sua biodiversidade, que é a base da qualidade dos serviços prestrados.

A biodiversidade é ameaçada por:
- perda de habitats;
- poluição;
- espécies invasoras;
- sobre-exploração.

A biodiversidade pode ser protegida por:
- preservação de habitats;
- recuperação de habitas;
- reprodução em cativeiro;
- capturas limitadas;
- controlo de predadores;
- incentivos económicos.

Medidas de proteção dos ecossistemas:




RECURSOS NATURAIS

Formas de energia ou de matéria existentes na Natureza e passíveis de serem utilizadas pelo ser humano.

Classificação quanto à natureza

Energéticos:

  • Energia do Sol
  • Calor do interior da Terr
  •  Força da água
  • Força do vento
  • Hidrogénio
  • Biomassa
  • Carvão, petróleo e gás natural
  • Minerais radioativos

Não energéticos:

  • Seres vivos 
  • Rochas e minerais 
  • Solo
  • Água


Classificação quanto à velocidade

Renováveis - não se esgotam facilmente mas alguns são mais vulneráveis ao consumo humano, como a água e os seres vivos.

  • Energia do Sol
  • Calor do interior da Terra
  •  Água
  • Vento
  • Hidrogénio
  • Biomassa
  • Seres vivos 

Não Renováveis - são consumidos a uma velocidade superior à da reposição natural, que pode ser de
milhões de anos, pelo que tendem, mais tarde ou mais cedo, para o esgotamento.

  • Carvão, petróleo e gás natural
  • Minerais radioativos
  • Rochas e minerais
  • Solo

Recursos energéticos

Combustíveis fósseis - formaram-se há milhões de anos, a partir da transformação da matéria orgânica de restos de seres vivos em decomposição.

Carvão - rocha sedimentar biogénica que resultou da acumulação e decomposição de restos de plantas .

Petróleo e gás natural - são constituídos por compostos de carbono e hidrogénio, os hidrocarbonetos. Formaram-se a partir de restos de plâncton marinho.

Minerais radioativos - como o urânio e o tório, são recursos energéticos não renováveis que podem ser extraídos da crusta terrestre.

Recursos não energéticos

Florestais – produtos da floresta, matérias-primas, alimentos e paisagens para lazer e recreio.
Ex: madeira, lenha, frutos, sementes, folhas, biodiversidade, água, ar.

Cinegéticos – incluem as espécies que são caçadas.

Pecuários  – referem-se à criação de gado.

Recursos minerais - são concentrações ou acumulações de rochas e minerais na crusta terrestre em
quantidades suficientes para poderem ser explorados de forma rentável pelo Homem. Nestas condições, designam-se por jazidas minerais.
  • Recursos minerais metálicos - ferro, chumbo, cobre, zinco, níquel, alumínio, ouro e prata são exemplos de recursos extraídos de minerais.
  • Recursos minerais não metálicos - granito, calcário, mármore e areia.


Recursos hídricos - são constituídos pelas águas superficiais e pelas águas subterrâneas disponíveis para a utilização humana.

 Energias renováveis ou alternativas
  • Geotérmica – calor do interior da Terra
  • Hídrica ou hidroelétrica – barragens (água)
  • Biomassa – queima de resíduos agrícolas
  • Das ondas/ marés – força das ondas








Avaliação Formativa - Correção dos exercícios das páginas 163 a 165 do manual 
I
1.1. A-I, B- II; C-I, D-I, E-II.
1.2. 
a) Recurso natural é tudo o que existe na natureza para satisfazer as necessidades da Humanidade.
b) Por exemplo: a evolução da Humanidade e o uso dos recursos naturais realizam-se em simultâneo. Na verdade, verifica-se que quanto maior é o avanço tecnológico, maior é a necessidade de recursos.
II
1.1. O pinheiro barvo.
1.2. 3349000 haX 19% = 636310 ha
1.3. A cortiça.
1.4. O eucalipto é uma árvore de crescimento rápido o que torna a sua exploração economicamente muito rentável. A sua madeira é a amis utilizada na indústria do papel.
1.5. Os fogos florestais.
III
1. A-F; B-V; C-V; D-F; E-V.
1.1. A - Os recursos hídricos representam a quantidade de água doce superfícial e subterrânea que está à disposição do Homem.
D- Nas zonas urbanas , o consumo de água doce tem vindo a aumentar.
2.1. A - Resíduos industriais. B- Resíduos domésticos. C - Resíduos agrícolas.
2.2. Referência ao consumo e desperdício exagerado e ainda às atividades humanas que ameaçam a qualidade da água doce.
2.3. Nos países em desenvolvimento os meios de tratamento de água são muito precários. Milhões de pessoas ainda não têm acesso a um abastecimento de água potável nem saneamento básico, desta forma, a água contaminada é uma das principais vias de transmissão de doenças.
IV
1.  I - Petróleo, gás natural; II - Gás natural; III - Carvão; IV - Petróleo
2. É um recurso energético produzido há milhares de anos, a a partir de alerações bioquímicas de matéria orgânica.
3.1.1. Cerca de 60%.
3.1.2. Cerca de 30%.
3.2.1. Cerca de 55%.
3.2.2. Cerca de 35 %.
3.3. Relacionar a necessidade do consumo de energia com o desenvolvimento económico das populações.
V
1.                PECUÁRIA
2.           TUNGSTÉNIO
3.                PISCICULTURA
4.           PETRÓLEO
5.          BIOLÓGICOS
6.                    JAZIDAS (OU JAZIGOS)
7.          ENERGIA
8.             POLUIÇÃO
9.              CARVÃO
10.                   POTÁVEL
11.  RECURSOS NATURAIS
12.         SOLAR E EÓLICA
13.        GESTÃO SUSTENTÁVEL
14.    GEOTÉRMICA
15.               HIDROELÉCTRICA
16.                   RENOVÁVEL
17.             BIOMASSA
18.                   ENERGÉTICOS
19.                      AQUÍFEROS
20.                      NUCLEAR
21.              EXISTÊNCIA
22.                     MINÉRIOS
23.                 PESCA
24.                  AGRICULTURA
25.               TERMAL
26.        BIODIVERSIDADE

(Fonte: https://cn8esc.wordpress.com)