Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Modificador do Grupo Verbal


O modificador do grupo verbal- é a função sintática desempenhada por qualquer constituinte do grupo verbal (predicado) que não é selecionado por nenhum elemento desse grupo verbal. Por outro lado, relaciona-se com os outros elementos do grupo verbal e a sua omissão, geralmente, não afeta o sentido / a gramaticalidade de uma frase.

          O modificador do grupo verbal pode assumir diferentes formas:

               » grupo preposicional:
                    . A Margarida acordou com um pesadelo. (o verbo «acordar» não selecciona o grupo preposicional «com um pesadelo» dado que é intransitivo).

               » grupo adverbial:
                    . Em Dezembro, anoitece muito cedo. (quer o grupo adverbial «muito cedo» quer o grupo preposicional «Em Dezembro» não são seleccionados pelo verbo «anoitecer», pois este é intransitivo).

Processos de Formação das Palavras

Abreviaturas- Sr. Dr.; Sr. Prof:, Sr. Eng.º, pág., Ex.mo

Siglas- EUA, PME, UE, PSD; SLB. (lê-se letra a letra).

Acrónimos- OVNI, INEM, ONU, PALOP; AMI (lê-se como se fosse uma só palavra).

Empréstimos- fast-food; snack bar; bouquet.

Funções Sintáticas - Complemento Oblíquo

Complemento oblíquo


é seleccionado pelo verbo e faz parte do predicado;
- a sua supressão pode gerar incorrecções (agramaticalidade) ou alterações de sentido;
- não pode ser substituído pelas formas pronominais lhe / lhes.


Exemplo: A Ana desistiu da prova. Complemento oblíquo.
Se reparares não podes substituir "da prova" por "lha".


Outros exemplos:


     . O Rui portou-se mal. (ideia de modo)
     . Os juízes condenaram os arguidos à prisão. (ideia de lugar)
     . Vou para Mangualde. (ideia de lugar)
     . Desloquei-me até ao hospital. (ideia de lugar)
     . O meu julgamento foi adiado até Janeiro.
     . Todos concordaram em participar.
     . Mergulhou numa melancolia intransponível.
     . Insisti no tema.
     . Duvido dos arguidos.
     . Os alunos do 11.º A transitaram de ano.
     . Confio em ti, minha esposa.
     . O Dr. Barroso participou num congresso.
     . Não mexas no pudim.
     . Coloca o livro .
     . Eu antipatizo / simpatizo com a Josefina.
     . O frade andava ao peditório.
     . O Outono dá umas pinceladas douradas nas uvas brancas.
     . O Antunes gosta de filmes americanos.
     . A Célia cuida da avó.








Hipónimos e Hiperónimos


Hiperónimo- detém as características genéricas de uma classe. Exemplo: peixes.


Hipónimo- refere-se aos elementos que fazem parte dessa classe. Exemplos: sardinha, salmão, faneca, pescada.


Mais exemplos:

Hiperónimo
: meios de transporte – Hipónimos: carro, autocarro, táxi, barco, avião, metro….


Hiperónimo: mamífero – Hipónimos: baleia, golfinho, leão, cão, gato....


Hiperónimo: desporto - Hipónimos: ciclismo, futebol, andebol...

Vamos lá testar os teus conhecimentos:

1- Identifica o único grupo de palavras que não apresenta uma relação hiperonímia - hiponímia.

a) legume- couve- nabo- cenoura
b) golfinho- mamífero- cão- raposa
c) tristeza- sentimento- ódio- amor
d) embarcação- nau- mar- caravela

Soluções:
1- d) 

Holonímia e Meronímia

Holonímia e meronímia – relações que envolvem uma parte em relação a um todo.

Holónimos- correspondem ao todo.
Merónimos- correspondem à parte.

Exemplos: 
- mão (holónimo); dedo (merónimo);
- bicicleta (holónimo); selim (merónimo);
- livro (holónimo); capa (merónimo);
- carro (holónimo); volante (merónimo);
- computador (holónimo); teclado (merónimo).

Vamos lá testar os teus conhecimentos.

1- Identifica o único grupo de palavras em que está ausente uma relação holonímia-meronímia.
a) peixe- sardinha- carapau- faneca
b) automóvel- roda- motor- pára-choques
c) teclado- computador- rato- disco rígido
d) lombada- capa- contracapa

2- Identifica o holónimo de cada conjunto de merónimos
a) folha, fruto, raiz, caule.
b) roda, selim, corrente, pneu.
c) cabeça, tronco, membros.




Soluções:
1- a) verifica-se uma relação hiperonímia-hiponímia.
2- a) planta; b) bicicleta; c) corpo.